Fale Diretamente com o nosso time agora mesmo! 08003260932

O que é copywriting e para que serve

O que é copywriting e para que serve

O Copywriting é uma arte de convencimento.

Quem consegue encantar leitores usando as palavras, consegue tudo. Se você quer aprender a fazer isso, você precisa ler este artigo.

Essa é uma das estratégias de marketing mais usadas atualmente, principalmente no mundo digital, porque ajuda as empresas a aumentar o número de conversões e vendas.

Então, continue nesse artigo para entender o que é Copywriting e como ela te ajuda a tornar uma estratégia de vendas bem-sucedida.

Vem conferir!

O que é copywriting

Em primeiro lugar, precisamos entender o que é Copywriting.

O Copywriting é uma estratégia utilizada para convencer um público-alvo a tomar uma atitude a partir do conteúdo que ele está lendo ou acompanhando.

Para isso, o texto irá contar com uma série de técnicas e gatilhos mentais que tem um objetivo principal: persuadir o leitor.

O responsável por produzir esse material, que é conhecido como “copy”, é chamado de Copywriter, um profissional capaz de tornar um texto em uma máquina de vendas.

Mas se engana quem acredita que o conceito é recente por ser uma tendência hoje em dia. A primeira definição de “copy” é de 1828!

No entanto, ela só se popularizou em 1870, quando começou a ser usada para diferenciar os profissionais que escreviam anúncios dos redatores tradicionais.

Durante o século 20, um Copywriter trabalhava, principalmente, com redação publicitária. Com o crescimento do Marketing Digital, o Copywriting ganhou uma identidade diferente, ficando cada dia mais distante da publicidade.

O Copywriter é um profissional tão importante hoje em dia que é possível usar suas habilidades em diversos formatos, plataformas e mídias, tais como:

  • Anúncios
  • Peças publicitárias
  • Roteiros para conteúdos audiovisuais (vídeos, podcasts, entre outros)
  • Artigos
  • E-mails
  • Landing Pages
  • Redes Sociais

Por isso, é tão atraente se estabelecer nesse mercado. Ele possui uma versatilidade que não se encontra em qualquer área com facilidade.

Para que serve o Copywriting

O Copywriting, na prática, tem a função de persuadir o leitor. O conteúdo produzido a partir dessa técnica tem como objetivo deixar o leitor interessado e, com isso, tomar uma atitude que siga as instruções elaboradas pelo Copywriter.

Existem diversas ações que o leitor pode fazer a partir do conteúdo: efetuar uma compra, fazer um download, ir para outro texto do mesmo site.

Para que a copy seja bem-sucedida, ela precisa ser mais que um texto. Por isso, são usadas estratégias para que o leitor realize as ações esperadas. A mais comum é o CTA, sigla para Call-to-Action, que significa “chamada para a ação”, traduzindo para o português.

O leitor é uma pessoa com desejos e medos, que está a procura da solução ideal para a sua demanda. Dessa forma, é fundamental construir a copy para que o público-alvo encontre nela a oportunidade de resolver um problema e continue sua jornada no funil de vendas.

O Copywriting aprimora a experiência do consumidor, porque traz materiais ricos de informações relevantes para solucionar suas dores.

Além disso, ter uma boa estratégia de copy é a certeza de gerar bons resultados para a sua empresa, já que um Copywriter que sabe persuadir o leitor é capaz de fazer um potencial cliente a tomar as decisões que vão levar a compra, aumentando conversões e vendas da empresa.

Principais gatilhos mentais de copywriting mais usados

Você já entendeu o que é copywriting e que existem técnicas para tornar um texto uma máquina de vendas.

Mas você sabia que é possível deixar o seu trabalho ainda mais fácil com a utilização de gatilhos mentais?

Na prática, os gatilhos mentais são atalhos criados no cérebro do leitor. Com isso, eles facilitam a tomada de decisão, porque despertam sentimentos positivos no cliente de forma inconsciente, fazendo ele dizer sim para qualquer instrução dada pelo conteúdo.

Confira a seguir os principais gatilhos mentais que você deve utilizar em uma copy:

Escassez

Sabe aquela coisa que você decidiu deixar para comprar depois e quando foi tentar, já estava esgotado?

Se você ficou frustrado quando não conseguiu, você sabe o valor desse gatilho.

As pessoas não gostam de perder uma oportunidade, ainda mais quando é escasso. Mas se ele está sempre ali, você pode deixar para depois.

Dessa forma, quanto mais desafiador for adquirir um produto, mais valioso ele se torna. Ainda mais se não tê-lo significa estar de fora de uma tendência.

Use a escassez a seu favor, mas se ela for real. Ou seja, se o produto realmente for exclusivo ou limitado.

Urgência

Acima de tudo, os gatilhos senso de urgência e escassez estão inteiramente ligados.

Afinal, o ser humano tem medo de perder oportunidades, então é capaz de tomar atitudes imediatas para não ficar de fora.

Dessa forma, uma pessoa é direcionada para fazer a ação agora, sem deixar para depois e perder a chance de pagar mais barato, por exemplo.

Como sempre, seu gatilho deve ser real. Nada de criar um senso de urgência inexistente e prometer o que não vai cumprir, hein?

Prova Social

Uma famosa atriz recomendou um produto de maquiagem nas suas redes sociais. Depois disso, o produto explodiu em vendas.

Acho que não é preciso mais do que isso para você visualizar como uma prova social funciona, né?

Esse gatilho é um dos mais utilizados na história do Copywriting e talvez da humanidade. Afinal, ler uma opinião de confiança é fundamental para tomar qualquer decisão, seja em um review, uma recomendação, um depoimento, etc.

É assim que você vai ter a certeza se o produto realmente soluciona suas demandas.

Reciprocidade

Dar sem esperar receber nada em troca. É assim que a reciprocidade funciona na prática.

Sua empresa pode oferecer apenas produtos pagos e atrair clientes, é claro. Mas imagine como eles veem o seu negócio se ele oferece conteúdos relevantes, como e-books, cursos, webinars, entre outros, de maneira gratuita e acessível?

Isso vai ser visto de maneira positiva, pode ter certeza. E se o material for bom, as pessoas vão induzir que o pago é ainda melhor.

Então, por que não investir em reciprocidade?

Especificidade

Para resolver a demanda de um cliente, o material deve ser o mais específico possível.

Quando ele fizer uma pesquisa, ele vai procurar o que atende a demanda de forma mais aprimorada, e isso acontece já na sua headline.

  • Descubra o que é Copywriting
  • O que é Copywriting: confira as principais técnicas e gatilhos para persuadir e vender com palavras

Se você escolheu o segundo, você entendeu porque precisa ser o mais específico possível na sua copy.

 

CRM: Tudo O que Você Precisa Saber

Inside Sales: Tudo O que Você Precisa Saber

Gestão Comercial: Tudo O que Você Precisa Saber

Account Based Marketing (ABM): Saiba tudo sobre

Thiago Muniz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as nossas novidades!

Pesquise no blog

Categorias

Vendas

51

Prospecção Ativa

6

Pré-vendas

52

Outbound Sales

20

Outbound Marketing

42

Outbound

26

Novidades

1

Marketing

12

Hipercrescimento

17

fresh air :)

60

Estratégia

40

Populares

Workshop online: Receita Previsível para pequenas empresas

Finalizar compra

Ao clicar em continuar você concorda com
os termos de uso da Receita Previsível.

Introdução à
Prospecção B2B

Finalizar compra

Ao clicar em continuar você concorda com
os termos de uso da Receita Previsível.

Curso Workbook Receita Previsível

Finalizar compra

Ao clicar em continuar você concorda com
os termos de uso da Receita Previsível.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?